fbpx

Boletim Informativo

Receba informações do Umbanda Em Foco, direto no seu e-Mail.

Últimas do Site

Advogados/as Afros da EDUCAFRO Brasil movem histórica ação civil pública por reparação à comunidade Afro-brasileira

Na busca por justiça e igualdade de oportunidades, um grupo de advogados/as Afros da EDUCAFRO Brasil, atuantes na Regional Bahia, está dando um importante passo na luta contra a discriminação e o preconceito racial.

Eles/as anunciaram a intenção de ingressar com uma ação civil pública na justiça federal contra a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, buscando reparação por danos coletivos causados à comunidade Afro-brasileira.

Nesta ação histórica, a EDUCAFRO Brasil requer uma indenização de R$49.500.000,00, diante do fato ocorrido dentro de sua agência – Relógio de São Pedro – Salvador – BA, pela prática de racismo contra o empresário negro, Crispim Terral de Souza. A ação se baseia em legislações que vedam qualquer forma de discriminação racial e tem como objetivo evidenciar a discriminação sofrida pelos Afro-brasileiros nos processos de acesso a serviços financeiros, especialmente no âmbito da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, uma das principais instituições financeiras do país.

Dados preocupantes revelam que a comunidade Afro-brasileira ainda enfrenta barreiras significativas no acesso ao crédito e outros serviços bancários. Essa realidade dificulta o desenvolvimento socioeconômico dessas pessoas, perpetuando um ciclo de desigualdades e injustiças.

Os advogados/as Afros da EDUCAFRO Brasil se baseiam em dados concretos, estatísticas e relatos de casos que comprovam a marginalização sofrida por milhões de Afro-brasileiros e apontam o caso específico do empresário negro, Crispim Terral de Souza, como um exemplo alarmante da prática de racismo dentro das dependências da instituição.

A iniciativa destaca a importância do combate à discriminação e ao preconceito racial, além de ressaltar a necessidade de ações afirmativas para promover a inclusão e a equidade de oportunidades para todos os cidadãos e cidadãs.

A ação civil pública é um chamado à sociedade brasileira para que se una na luta contra o racismo estrutural, reconhecendo a necessidade urgente de transformar a realidade dos Afro-brasileiros e construir um país mais justo e igualitário.

A EDUCAFRO Brasil, juntamente com os advogados e advogadas Afros da Regional Bahia, reafirma seu compromisso com a promoção da igualdade racial, e espera que essa ação inédita traga à tona discussões e reflexões importantes, impulsionando mudanças efetivas em prol da justiça social e da valorização da diversidade que compõe a rica identidade do povo brasileiro. A busca pela reparação é um marco na história da luta contra o racismo, sinalizando a determinação em construir um futuro em que todos sejam tratados com respeito e igualdade, independentemente da cor da pele.

Mais informações:

Dr. Marinho Soares, pelo fone: (71)997089993, Frei David, pelo fone: (11)961733341 ou no site: www.educafro.org.br/site/regional-bahia/


Por: Ney Barbosa
Fonte: Idafro
Foto: Arquivo Pessoal

    Leave a Reply

    Thanks for submitting your comment!

    Visitantes do Site
    • Today's visitors: 122
    • Today's page views: : 123
    • Total visitors : 7,923
    • Total page views: 8,154

    Related Stories