Dicionário de Termos na Umbanda

Um pequeno dicionário, com termos em Yorubá, utilizados no dia-a-dia das religiões de matriz africana, acrescentado de alguns em nossa língua, além de alguns “dialetos regionais”.

Acrescente os que conhece e não viu aqui, enviando-os para o nosso e-Mail, através do “Fale Conosco”.


DAN

Serpente sagrada (Daomé – Benin) representando a eternidade e a mobilidade sob a figura de uma cobra que engole a própria cauda. Genericamente designa os filhos-de-santo da nação jeje; encontrando-se sincretizada com Òsùmàrè e Besen.

DANDALUNDA
DEFUMADOR

Composto de essências aromáticas, folhas e cascas, usado ritualmente em fumigações propiciatórias e terapêuticas.

DENDÊ

Palmeira africana aclimatada no Brasil (Elaeis guineensis; Jacq.) de ampla utilização na liturgia dos candomblés. 0 óleo obtido dos seus frutos (azeite-de-dendê) é considerado indispensável para a elaboração de grande parte das comidas-de-santo. Suas folhas servem para guarnecer entradas e saídas das casas-de-santo (vd. màrìwò).

DESPACHO

Tipo de oferenda dedicada a Èsù, quer no início das crimônias (vd.Pàdé), quer nas encruzilhadas, nos matos, rios e cemitérios.

DIA-DO-NOME
DIJINA

Nome iniciático dos filhos-de-santo dos candomblés de nação angola.

DILOGUN (Érìn dínlógun)

Nome dado à adivinhação com búzios que podem ser de 4 a 36 (mais comumente 16). Nesse jogo de Ifá as respostas ao oráculo são dadas por Èsù.

DÓBÁLÈ

Cumprimento prescrito aos iniciados de òrìsà femininos diante dos lugares consagrados ao culto, pai ou mãe-de-santo, òrìsà e graus hierárquicos elevados. 0 termo iká designa o seu correspondente para o caso de filhos-de-santo de brisa masculinos.

HORA CERTA

ENCONTRAR NO SITE

SOBRE MIM...

Ogan Basílio D'Xangô

Advogado, umbandista, defensor das causas do povo de santo.

SIGA-NOS NAS REDES...

IV PRÊMIO ÀSÉ - ISESE 2018